Criptomoeda do Corinthians esgota em duas horas

Criptomoeda do Corinthians esgota em duas horas

A criptomoeda do Corinthians foi recentemente lançada e gerou um grande sucesso, esgotando em 2 horas.

Os tokens $SCCP esgotaram em apenas 2 horas, graças a ação da “torcida mais fiel do mundo” como se intitula a torcida do Corinthians.

O clube é o segundo no Brasil a criar uma versão digital de ativo para fãs, o primeiro foi o Atlético Mineiro.

Com um total de 850.000 tokens $SCCP disponíveis por US$ 2 o que era cerca de R$10,40 cada, o clube esgotou suas criptomoedas e receberá aproximadamente 50% do valor das vendas em seu caixa.

Para que serve a criptomoeda do Corinthians?

No caso específico dos tokens $SCCP, os compradores terão acesso a promoções e recompensas VIPs exclusivas, de modo que, possam também atuar influenciando as decisões do time.

O que é muito positivo para que os apaixonados pelo Corinthians se sintam cada vez mais parte do clube, ajudando nas decisões e tendo recompensas diferenciadas.

Além disso, o clube explicou em seu site que o valor arrecadado com a venda do cripto ativo seria utilizado para incrementar o caixa do time, possibilitando melhorias importantes para a manutenção de uma boa performance de toda a equipe envolvida.

Outro aspecto interessante da criptomoeda do Corinthians é que, assim como os demais ativos digitais ela também se valoriza.

Após ter esgotado em duas horas, o ativo foi cotado em R$167 a unidade, que foi vendida por R$12 inicialmente para aqueles que compraram o ativo logo quando foi lançado.

Assim como as demais criptomoedas, o ativo sofre oscilações de mercado de acordo com a oferta e procura. Portanto, é um mecanismo de apoiar o seu time do coração e ainda ter um ativo que se valoriza.

Com a valorização, os apaixonados pelo clube podem ganhar dinheiro vendendo o ativo quando houver interesse.

Recorde brasileiro de vendas

É interessante destacar que, os tokens $SCCP ocasionaram um recorde brasileiro ao esgotarem em apenas 2 horas.

Outro ponto interessante é que, a tendência atual é que outros clubes adotem os fans tokens (FTO), como uma maneira de incentivar que seus torcedores continuem apoiando o esporte.

Afinal, a pandemia alterou a presença de fãs nos estádios e isso impactou negativamente o caixa de todos os clubes. Ocasionando uma série de dificuldades para que os clubes se mantenham rentáveis durante o período de pandemia que tem se revelado mais longo que o esperado.

O que fez com que vários clubes precisassem se reinventar para contar com o apoio de seus torcedores, visando a manutenção do equilíbrio financeiro das empresas.

Com o FTO como alternativa, é natural que outros clubes queiram aderir ao movimento, com o objetivo de aumentar a arrecadação e ter bons resultados nos próximos jogos, mesmo que sejam partidas com redução de público assistindo no estádio.

Dessa forma, os apoiadores conseguem ajudar seus clubes e ainda investir em um ativo digital que irá valorizar de acordo com a flutuação do mercado. Portanto, é uma estratégia interessante para todos os envolvidos.